Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo

Armas na Mesa

Fazer lobby é prever, antecipar os movimentos dos seus oponentes e planejar ações em contrário. O vencedor fica um passo à frente da oposição e joga seu trunfo apenas depois que eles jogarem o deles.

 

Nesse poderoso jogo de suborno e chantagem nos bastidores políticos de Washington, John Madden realiza seu novo filme com a esperança de ressuscitar glórias que já obtivera na década de 90, principalmente com o sensacional Shakespeare Apaixonado (1998).

Jessica Chastain é uma letal lobista no auge de sua forma e conhecida por usar o velho lema dos fins justificam-se os meios ao pé da letra. Sua influência nos corrediços corredores americanos é tamanha que do alto de sua megalomania ela acredita ter o poder de mudar o mundo. Quando é abordada para apoiar a maior bancada do Senado a favor da venda indiscriminada de armas, ela se mostra contrária a ideia, pedindo demissão e passa a trabalhar para o lado oposto, na intenção de conseguir emplacar leis mais rígidas para o porte de armas. Suas vida se transformará num inferno e os limites morais e éticos de sua conduta postos à prova.

Chastain está impecável como a mulher que serve muito bem, e apenas, aos seus interesses. Sua beleza só não é maior que sua competência. Carregando o piano nas costas, ela exalta a natureza do jogo político, suas concessões, manipulações, interesses e troca de favores descarados, uma bela maquiagem e um sorriso findam os trabalhos.

 

Maquiavel, em seu célebre O Príncipe, afirmava que na busca de suas ambições deve-se saber disfarçar sua índole e ser um grande dissimulador, os seres humanos, de uma maneira geral, julgam mais pelo que veem e ouvem do que pelo que sentem. Todos veem o que pareces ser, mas poucos realmente sentem o que és. As pessoas comuns são sempre levadas pelas aparências e pelos resultados, é a massa vulgar que constitui o mundo.

Conta uma lenda que certo dia um padre coloca a mão na coxa de uma jovem freira enquanto dava carona para ela. A freira olha surpresa para o padre e diz: lembra-te de Lucas 14:10. O padre retira a mão envergonhado pela tentação da carne. Mais tarde, com a bíblia em mãos, ele abre em Lucas 14:10, que dizia: amigo, sobe para um lugar mais importante.

 

Conheça com o que trabalha, a ignorância pode significar a perda de oportunidades.

por Elmar Ernani