Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo

O Clube

 

 

Representante do Chile entre os indicados a Melhor Filme Estrangeiro no Globo de Ouro e premiado em Berlim, O Clube (El Club), é a devastação de um dos abatedouros mais conhecidos na história da humanidade, esse sistema criado com o objetivo de mutilar os homens a partir de um projeto moral faccioso.

 

Na história, quatro homens escondem seus pecados cometidos quando eram padres. Vivendo em isolamento eles são vigiados por uma freira, que mantém a situação controlada e pacata. A aparência santa irá ruir quando um novo padre chega ao clube relembrando as memórias perturbadoras de cada um.

 

Quem escreve e dirige é Pablo Larraín, que, após ganhar notoriedade no cinema mundial ao empregar publicistas ideológicos e persuasivos em uma batalha midiática para derrotar o ditador Pinochet e libertar o Chile (o excepcional No), continua manifestando seu interesse e desconforto com as questões sociais pertinentes.

 

O escândalo retratado no filme, a seita agonizante não pode terceirizar. Sem bodes expiatórios a mobilizar, resta o enclausuramento. Ao fugir da verdade, como o diabo foge da cruz, seu destino é automático: as sombras - o pacto de silêncio e a proteção descabida e sem vergonha que isola seus gatunos de quinta categoria de seus merecidos lugares. Os desterrados de araque levam suas vidas longe da realidade e de seus foros de julgamento, entre chicanas e mentiras, almoçam, passeiam na praia, oram e jantam, sempre escondidos. Um teatro dissimulado sem qualquer compromisso e estima pelos princípios aos quais dizem terem sido outorgados para si, perpetrado por arruaceiros legitimados por um poder superior fictício e malogrado.

 

Se em Spotlight (2015), filme que também denuncia o aliciamento de padres à crianças através de sua influência nociva em um jogo de ilusionismo e falsa benevolência, a acusação é firme e precisa, em O Clube as cortinas do palco são abertas. O que o primeiro denuncia, o segundo escancara.

 

No fetichismo de párias mancomunados e protegidos pela Instituição viciada em poder, fica claro que o diabo está nos detalhes.