Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo

Still Alice

 

 

Adaptado do livro homônimo de Lisa Genova e direção de Richard Glatzer, Julianne Moore caminha pelo inverso da criação de um personagem, desconstruindo a si mesma para nos entregar um dos seus melhores papéis (e mais tocantes) no cinema.

 

Interpretando a Dra Alice, uma renomada professora de linguística, diagnosticada com Alzheimer precoce, o filme é conduzido com simplicidade, indo além de Alice, caminhando pelas suas relações familiares e mostrando como a doença afeta e reorganiza as suas vidas a partir desse novo cenário.

 

Moore toma para si todas as cenas, desde o diagnóstico ao seu último olhar já devastada pela doença. Toda a sensibilidade que coloca em cena, mostrando o modo como a personagem conduz sua vida a partir disso, possa render o seu primeiro Oscar.

 

A única ressalva fica para Kristen Stewart, que com um papel de destaque não consegue se livrar das suas reações insignificantes e de atuações medianas.

 

Um filme desconcertante, triste e necessário. Conter as lágrimas é arduamente difícil.

 

 

Tulyane