Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo

Trespass Against Us

Adam Smith, em sua primeira película, revisita uma história bastante explorada sob um manto inusual. A busca por redenção recai sobre uma família de ciganos criminosos irlandeses, em que o patriarca da família é o responsável por liderar o clã de errantes marginais. Chad Cutler (Michael Fassbender), seu filho e herdeiro dessa facção, está cansado de levar uma vida fora da lei e entra em conflito com o pai que deseja manter a linhagem de gerações passadas.

 

Pai e filho, presos pelo laço de ascendência e rivais no mundo real, valem o ingresso do filme por conta das interpretações soberbas de Brendan Glesson e Fassbender. Glesson planta a semente da dúvida confundindo seu receptor com sua retórica nababesca dos livros de Shakespeare. Fassbender, por sua vez, é puro desgosto e revolta pela implacável contingência que lhe acometeu desde o berço.

Um dos grandes complexos biológicos, filosóficos e psicológicos é compreender como os homens desenvolvem-se mentalmente. A eterna briga entre os que acreditam que o desenvolvimento sofre maior influência da natureza - composição genética do indivíduo - e os que defendem a influência do ambiente, exemplifica a gravidade do assunto. Para o psicólogo e neurocientista Steven Pinker, o homem é aquilo que está escrito em seus genes. Defendendo a ideia de que o homem deve conhecer seus limites biológicos, Pinker almeja a busca radical pela verdade mesmo que isso leve a dolorosa conclusão de que o ser humano é tão capaz de solucionar os mistérios da consciência e do livre-arbítrio quanto um cachorro é capaz de resolver equações matemáticas.

O que acontece quando o ambiente externo subversivo está intrinsecamente ligado à natureza corrupta? Entre a serpente e a espada, Cutler adiante de um nó górdio precisará se posicionar entre a injusta linhagem genética disfuncional e predatória e o livre-arbítrio de um duro recomeço com expectativas nada animadoras.

"A tal ponto atolado estou no sangue que, esteja onde estiver, tão imprudente será recuar como seguir à frente" (Shakespeare). Assim como na tragédia de Macbeth - quando o caos fez sua obra prima - Cutler imerso em suas dúvidas capitais terá que optar pelo caminho a seguir, a da estirpe ou começar uma nova.

por Elmar Ernani