Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo
Próximo

Um Pouco de Caos

 

 

Alan Rickman, distinto ator britânico, sai do casulo para se enveredar novamente na direção. Seu primeiro e único longa, Momento de Afeto, fora filmado no remoto ano de 1997.

 

Rickman é o Rei Luís XIV, que incumbe o famoso arquiteto André Le Notre com o intuito de projetar os Jardins de Versalhes. Le Notre contrata a bela e arrojada paisagista Sabine de Barra (a sempre espetacular Kate Winslet) para auxiliá-lo. Com a convivência, a relação profissional dos dois torna-se cada vez mais íntima, para aflição da esposa de Le Notre.

 

O filme é delicado e charmoso além de um prato cheio para os amantes da História. Tudo é muito bem realizado, desde a fotografia, cenários, belos figurinos, apreciáveis atuações e diálogos metafóricos, que mesclam, com equilíbrio, um romance clássico com doses de humor.

 

Em uma época em que a Igreja, se não tinha mais a glória de outrora, ainda detinha influência no Estado, em que os monarcas eram vistos como descendentes de divindades e em que a plebe, maioria esmagadora da população, encontrava-se miserável e analfabeta e era espremida com impostos abusivos - impostos esses usados para as grandes construções do Rei Luís XIV - observar a beleza estonteante dos Jardins de Versalhes produzida pelo sangue dos trabalhadores sacrificados, incita uma reflexão fulcral se realmente cada um tem a vida que merece.

 

A mudança só ocorre através da força, e a massa francesa aquela altura ainda estava longe de descobrir isso. Quase um século foi necessário para que a revolução tomasse forma.